segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

MASTER: SELEÇÃO DE GUAMARÉ FAZ VIRADA HISTÓRICA E NOS ENSINA QUE UM JOGO SÓ ACABA QUANDO TERMINA

Mesmo com marcação acirrada durante os 90 minutos, saiu dos pés do prefeito Hélio a assistência de três gols para a grande vitória de virada do Brisa do Mar.

Uma virada inédita na história da seleção de veteranos “Brisa do Mar”, neste ano de 2017. Foi isso que aconteceu na manhã deste domingo (10), na cidade de Goianinha. A seleção de Guamaré precisou dos 10 minutos finais do segundo tempo para virar o jogo e sair com mais uma vitória fora de casa num jogo disputado.

Era uma partida da revanche, pois a seleção máster de Goianinha vinha de duas derrotas, e ganhar fazia parte da estratégia. A seleção se preparou e colocou em campo os melhores jogadores máster para bater Guamaré de goleada. Mais os jogadores do Brisa do Mar acreditaram e protagonizaram um dos momentos que com certeza entrarão para a lembrança dos melhores jogos já disputado este ano. Foi um jogaço!

Uma história e tanto

É preciso dizer que quem joga com as costas na parede da maneira como o Brisa do Mar se viu obrigado a fazer, acaba se tornando muito mais perigoso. Com uma desvantagem tão grande aos 35 minutos do segundo tempo, você acaba percebendo que tem muito pouco a perder e aí, amigo, você se torna capaz de arriscar muito mais, foi exatamente o que aconteceu.

O prefeito artilheiro

O prefeito Hélio defendeu seu município em campo, jogou como nunca, e acreditem se quiser… Os três gols da virada história, saíram dos pés do prefeito artilheiro para protagonizar uma vitória como essa. Hélio tem uma qualidade técnica no meio de campo que dispensa qualquer comentário.

Não se critica antes do apito final

O primeiro gol saiu da seleção de Guamaré, dos pés de Goldinho a equipe abriu o placar, terminando o primeiro tempo 1×0. Na segunda etapa, a seleção de Goianinha abriu três gols de vantagem, e em cada gol, os autores zombavam do Brisa do Mar, e o que deveria ser desamino e admitir a derrota, serviu de combustível para uma virada histórica no peito e na raça.

Erros de arbitragem

Mesmo com alguns erros de arbitragem e outros lances questionáveis, como o “Gol Pintura” anulado pelo o juiz de Alan, o arbitro deixou muito a desejar. Alan insistiu numa bola quase perdida, tocou com classe deixando a bola onde a coruja dorme em condição legal.

A seleção de Guamaré mostrou em campo que era hora de mostrar que o discurso não era só da boca pra fora. Era preciso acreditar muito. Mais do que nunca. Mas era difícil. O tempo passava. E a seleção de Goianinha se tornava mais perigoso e confiante. Até aos 44 minutos numa bola trabalhada por Mauro Gusmão, que tocou pra Hélio que de primeira lançou pra o atacante Nilson que com a bola resolveu assumir definitivamente o protagonismo que já ganhava ao decorrer da partida, marcando o gol da virada.

Mesmo com a ausência do atacante Eudes, um dos melhores jogadores do Brisa do Mar, a seleção não decepcionou, cumpriu o deve de casa fora de casa. Em destaque para o goleiro Vânio Morais, desportista nato, após recuperação de uma cirurgia, voltou a campo para fechar o gol e impediu numa defesa espetacular que Goianinha empatasse o jogo.

O jogo do ano

Fato consumado. Depois do gol não houve tempo para praticamente mais nada. Mal foi dada a saída de bola e o árbitro encerrou a partida. O Brisa do Mar fez aquilo que ninguém na história da seleção de veteranos tinha conseguido fazer: reverter uma desvantagem de 3 a 1 em apenas 10 minutos restante de jogo.

Por isso, deixe por um momento suas restrições a seleção máster de Guamaré, pois quem estava no estádio de futebol em Goianinha teve a oportunidade de ser testemunha de um espetáculo difícil de ver. No fim das contas, se você não quiser aceitar que o Brisa do Mar é mais que um time de veteranos bom de bola, pode pelo menos aprender a acreditar que o futebol é mais quem um jogo.

Após a partida, os jogadores das duas seleções se cumprimentam e se confraternizaram e se num gesto de respeito e amizade entre os atletas das duas equipes.


O jogo também marcou a volta do goleiro Vanio, ele que estava afastado por problemas de saúde e tinha passado por uma delicada cirurgia, deu a volta por cima e foi decisivo no jogo do Brisa do Mar. Parabéns amigo e continue sempre com agente.