sábado, 31 de março de 2018

PREFEITURA ABRE 250 VAGAS PARA OFICINAS ARTÍSTICAS GRATUITAS EM ESPAÇOS CULTURAIS DE NATAL

Inscrições estão disponíveis nos locais de realização.

Fundação Cultural Capitania das Artes abriu 250 vagas voltadas para jovens e adultos para oficinas artísticas selecionadas do edital "Credenciamento e Seleção Pública de instrutores para atividades artísticas nos espaços culturais da Zona Norte de Natal 2017".

De acordo com a Prefeitura de Natal, serão realizadas oficinas de Dança, Capoeira, Teatro, Música, Desenho, Xilogravura e Artesanato. As aulas vão acontecer nos Espaços Francisco das Chagas Bezerra de Araújo (Conjunto Panatis), no Espaço Cultural Jesiel Figueiredo (Conj. Gramoré) e na Fundação Fé e Alegria (Bairro de Lagoa Azul), entidade parceira do Centro de Artes e Esportes Unificados Moacy Cirne.

As inscrições são gratuitas e estão disponíveis nos referidos espaços de realização nos endereços abaixo. As oficinas terão início a partir do mês de abril, nos horários da manhã, tarte e noite.

Confira a relação das oficinas:

Oficina de coco de roda
Dias: 03, 05, 10 e 12 de abril
Horário: 14h00 às 18h00.
Instrutor: Karolyny Alves Souza
Local: Espaço Cultural Francisco das Chagas B. Araújo
Av. João Medeiros Filho S/N. Estrada da Redinha.
(Conj. Panatis)
20 Vagas
Pré-requisito: Idade mínima 13 anos

Oficina de Dança e Teatro
Dias: 04 e 06 de abril
Horário: 14h00 às 18h00
Instrutor: Moisés de Souza Ferreira
Local: Espaço Cultural Francisco das Chagas B. Araújo
Av. João Medeiros Filho S/N. Estrada da Redinha.
(Conj. Panatis)
20 Vagas

Oficina de Percussão
Dias: 09, 11, 16, 18, 23, 25 e 30 de abril (Turma única)
Horário: 15h00 às 17h30.
Instrutor: Alan Eduardo Batista
Local: Espaço Cultural Francisco das Chagas B. Araújo
Av. João Medeiros Filho S/N. Estrada da Redinha.
(Conj. Panatis)
20 Vagas

Oficina de Capoeira
Dias: 02, 04,06,09,11 E 13 de abril (Turma única)
Horário: 10h00 às 11h00.
Instrutor: Reinaldo Salles (Cipó)
Local: Espaço Cultural Francisco das Chagas B. Araújo
Av. João Medeiros Filho S/N. Estrada da Redinha.
(Conj. Panatis)
20 Vagas


Oficina de Corpo e Espaço: Criação em Trânsito
Dias: 05, 06, 12 e 13 de abril (Turmas I e II)
Horário: 08h30 às 12h30.
Instrutor: Pablo Roberto Vieira
Local: Espaço Cultural Francisco das Chagas B. Araújo
Av. João Medeiros Filho S/N. Estrada da Redinha.
(Conj. Panatis)
40 Vagas

Oficina de Dança e Teatro
Dias: 18 e 19 de abril
Horário: 18h00 às 21h00
Instrutor: Moisés de Souza Ferreira
Local: Espaço Cultural Jesiel Figueiredo.
Av. Guararapes, Conj. Gramoré
(próximo ao Ginásio Nélio Dias)
20 Vagas

Oficina básica de Tupi Guarani
Dias: 02, 05,09 e 12 de abril
Horário: 19h00 às 21h00.
Instrutor: Alcides Bezerra de Sales
Local: Espaço Cultural Jesiel Figueiredo.
Av. Guararapes, Conj. Gramoré
(próximo ao Ginásio Nélio Dias)
20 Vagas.
(***) Fonte e Imagem: G1.globo.com/rn

sexta-feira, 30 de março de 2018

FÉ E EMOÇÃO MARCARAM O ESPETÁCULO DA PAIXÃO DE CRISTO EM GUAMARÉ.

Na noite desta sexta-feira (30), a cidade de Guamaré viveu a fé e a emoção da 18ª edição do espetáculo da Paixão de Cristo, uma das mais belas histórias da humanidade. Com duração de pouco mais de 2 horas, a apresentação aconteceu no largo de evento do conjunto Vila Maria, reunindo centenas de espectadores.

Um espetáculo que merece os nossos aplausos; a “Paixão de Cristo”, promovida pelo o Grupo de Teatro Tamanco de Pau, realizado pela Prefeitura de Guamaré, através da Secretaria de Turismo, emocionou os Guamareenses com a encenação da vida e sofrimento de Jesus Cristo.


O espetáculo da Paixão de Cristo, é um dos mais tradicionais eventos do gênero em nossa cidade, o espaço de eventos do Vila Maria ficou lotado, por centenas de pessoas que compareceram para assistir a encenação da Paixão de Cristo. Cerca de 80 atores participaram do espetáculo, que teve mais de uma hora de duração, a direção geral de Gonzaga Filho e Maria de Pipoqueiro, teve a participação de luxuoso de vários jovens talentosíssimos que juntamente com o grupo de teatro Tamanco de Pau souberam aproveita todo o espaço do grande teatro armado ao ar livre e deram um verdadeiro show para mais de 3000 pessoas que ao final da apresentação aplaudiram de pé a todos.


O PÚBLICO

Durante todo o espetáculo o público permaneceu concentrado nas cenas para não perder nenhum detalhe.   Cada ano que passa o número de espectadores só aumenta este ano centenas de pessoas assistiram atentamente à peça que retrata a trajetória do filho de Maria. O acontecimento já faz parte do calendário da cidade e sempre acontece na semana que antecede o domingo de Páscoa.

Durante toda a apresentação do espetáculo podia se ver a emoção nos rostos das pessoas que puderam ver uma história com forte apelo, que é contada há mais de dois mil anos.  Os espectadores assistiram em um dos momentos no palácio de Pôncio Pilatos representado por Gonzaga Filho que incriminar Jesus, lavou as mãos. Este foi, sem dúvida, o ponto alto da encenação, pois vários espectadores e até atores se emocionaram muito chegando a chorar.


Ao final da apresentação todos puderam assistir a ressurreição e ascensão de Jesus Cristo aos céus, que culminou com uma grande queima de fogos de artifícios.
























































































































BASTIDORES DA 18ª EDIÇÃO DA ENCENAÇÃO DA PAIXÃO DE CRISTO DE GUAMARÉ