quinta-feira, 5 de julho de 2018

GUAMARÉ REALIZA OFICINA DO SELO UNICEF-EDIÇÃO 2017-2020


Aconteceu nesta quarta-feira (04), no Clube Municipal Vicente de Brito, a primeira Oficina Municipal do Selo UNICEF, para discutir a nova metodologia do Selo, Edição 2017-2020,  com participação dos gestores e corpo técnico das pastas de Assistência Social, Esporte e Lazer, Saúde e Educação, contando também com a presença dos membros da Comissão Intersetorial, do CMDCA e do Conselho Tutelar. Nas palavras da Articuladora Municipal, Marisa Rodrigues, a Oficina cumpre os objetivos de planejar, organizar e executar as orientações atribuídas aos municípios, consolidando, assim, o atendimento voltado à criança e ao adolescente.
Após apresentação da Agenda do dia, que tratou sobre os novos Indicadores da Linha de Base, os Resultados Sistêmicos e cada Ação de Validação a eles relacionada, bem como as peças orçamentárias das políticas citadas, a Articuladora discorreu sobre a importância da metodologia do Selo UNICEF na redução de desigualdades, na garantia de direitos para criança e o adolescente, e na priorização da agenda da infância e adolescência no município.
O Prefeito Hélio Willamy também esteve presente no evento, e corroborou a fala de Marisa ao reafirmar o compromisso de sua gestão com as políticas públicas municipais, enfatizando que a Articuladora sozinha não seria capaz de desenvolver estas ações sem o apoio dos demais Secretários, e que este trabalho conjunto já rendeu a Guamaré dois reconhecimentos internacionais do UNICEF relativos à realização da Semana do Bebê, bem como o Selo da Edição de 2013-2016. Esta Oficina, como destacou o Prefeito, é um exercício de democracia na discussão de novas propostas de atuação para o Executivo municipal.
Ocorreu ainda, uma Mesa Redonda mediada pela Articuladora, com técnicos representantes das Secretarias de Assistência Social, Esporte e Lazer, Educação e Saúde. Tal dinâmica foi  para avaliar as potencialidades e fragilidades das ações desenvolvidas pela gestão, revisando a atuação dos trabalhos pontuais e daqueles realizados em Rede.

Na parte da tarde, os técnicos, os representantes do Conselho Tutelar e do Conselho de Direito, se reuniram em quatro grupos distintos para discutir as dificuldades na execução das ações, como propostas e deliberações. Caio Farias, coordenador da Comissão Técnica do Selo UNICEF, apresentou a metodologia do 1º Fórum Comunitário, que deverá acontecer impreterivelmente até 31 de Agosto.
Caio destacou que os Fóruns Comunitários são ferramentas de aprendizagem para população exercer o papel da cidadania. O 1º Fórum Comunitário deverá discutir os principais problemas do município, identificar as causas desses problemas, e apontar estratégias de enfrentamento. Também é importante que a comunidade possa conhecer os atores diretamente ligados às ações do Selo, como o Articulador Municipal, o Mobilizador de Jovens e os membros da Comissão Intersetorial pelos Direitos da Infância e Adolescência, afirmou Caio.
Gabriela Beserra, coordenadora da Atenção Básica de Saúde, destacou a importância da presença de todos e a participação dos profissionais da SMS, focando no cumprimento dos prazos, apesar das demandas impostas pelo dia-a-dia.

Roberto Aguiar, coordenador do Anos Finais da Educação, ressaltou que Guamaré sempre teve competência técnica, mas a prática do planejamento e do monitoramento foi adquirida através da metodologia do Selo UNICEF. Apesar das diversas atribuições da Educação, o Selo é um aprendizado que serve para nosso crescimento enquanto profissionais, destacou o coordenador.
Neide de Souza, gerente do SUAS da Secretaria de Assistência, disse que o Selo UNICEF veio para aprimorar o trabalho executado para atendimento de qualidade dos seus usuários.
Maryana Pryscilla, da Secretaria de Esportes, falou que a metodologia desperta novos aprendizados e novos desafio na equipe.
Marisa Rodrigues, finalizou destacando o momento como enriquecedor no fortalecimento das políticas públicas municipais e do trabalho integrado e intersetorial, “dizendo levar consigo, dali em diante, um sentimento de maior responsabilidade e compromisso enquanto Secretária Municipal de Assistência Social e Articuladora do Selo UNICEF.













 









Nenhum comentário: