quarta-feira, 15 de agosto de 2018

FUNDAÇÃO ABRINQ REALIZA OFICINA DO PMIA EM GUAMARÉ

Aconteceu nesta terça-feira (14), a Oficina do Plano Municipal da Infância e Adolescência – PMIA, que objetivou fornecer bases metodológicas para construção do Plano Municipal da Infância e Adolescência de Guamaré. O evento contou com as presenças da Secretária Municipal de Educação, Cinthya Katterinny, da Secretária de Esporte e Lazer, Larisa Pereira, e da Secretária de Assistência Social, Marisa Rodrigues, além de técnicos da Saúde, representantes do NUCA, do Conselho Tutelar, Conselho de Direitos da Criança e do adolescente e com a equipe técnica parceira da Fundação Abrinq.
A Secretária Marisa Rodrigues fez a abertura, apontando o momento como precioso para validar o que temos construído em termos de política para infância e adolescência. Ela declarou que a intenção deste momento é apropriar-se das diretrizes do PMIA para construção do nosso município o Plano Municipal Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente, uma vez que políticas públicas devem ser pensadas para o futuro, informando que a legislação de Guamaré está avançada neste sentido, sendo a estruturação nosso maior desafio atual.



Carlos Delcídio, representante da Fundação ABRINQ no Rio Grande do Norte, declarou que Guamaré é um dos poucos municípios brasileiros que mantém um Conselho de Direito articulado e atuante, e um Conselho Tutelar afinado na defesa de direitos. Sobre a construção do Plano, ele disse querer desviar um pouco da metodologia padrão, e trabalhar mais especificamente na discussão dos problemas. O principal objetivo é lidar com questões históricas, culturais e estruturais do município, sendo a proposta do PMIA uma sugestão metodológica dada pela Fundação ABRINQ para construção do Plano Decenal. Como resultado, pretende-se alcançar o compromisso da Rede de Proteção para dispor os próximos dez anos de políticas públicas para a criança e ao adolescente.

No final da manhã, o Prefeito Hélio Willamy se fez presente para reafirmar o compromisso de sua gestão no melhor interesse da criança e do adolescente de Guamaré. Seu objetivo é assegurar não somente o legado enquanto gestor, mas principalmente a continuidade dessas políticas. “É fácil construir uma casa”, disse o Prefeito, “difícil é cuidar do ser humano, principalmente da criança e do adolescente”, e enfatizou que mantém constate diálogo com seus Secretários sobre a questão orçamentária, pois não enxerga o dispêndio em políticas como Educação, Saúde e Assistência Social como despesas, mas como investimento no que Guamaré tem de mais precioso, sua população.

A Presidente do CMDCA, Lucila Tibúrcio, agradeceu a presença do Prefeito, dos técnicos e dos Secretários, e chamou todos à luta por dias melhores e a trabalhar com o coração.

O adolescente Deivid, membro do NUCA e representante do município no CPA (Comitê de Participação de Adolescentes), agradeceu pessoalmente ao Prefeito pela oportunidade de participação e o espaço concedido aos adolescentes no município.
Rannia Lorena, outra adolescente representante do NUCA, relatou ao Prefeito e demais presentes que, em sua formação no CEDECA Casa Renascer, todos se surpreendem com a estruturação das políticas públicas e a promoção de direitos, que hoje tem orgulho de Guamaré, por ter uma administração séria e comprometida com a criança e o adolescente.

Carlos finalizou dizendo que concordava com a fala do Prefeito – de planejar para o futuro – e disse estar impressionado com as práticas do município, que estão acima da média brasileira. E que os próximos passos do PMIA será a sistematização e apreciação e aprovação pelo Conselho de Direito.






































Nenhum comentário: