domingo, 30 de setembro de 2018

DATAFOLHA: 43% DAS MULHERES NÃO VOTARIAM 'DE JEITO NENHUM' EM BOLSONARO


Jair Bolsonaro não agrada mesmo o eleitorado feminino. Divulgada nesta quarta-feira 22, a pesquisa Datafolha mostrou um aumento, entre junho e agosto, de oito pontos percentuais na taxa de rejeição do candidato entre as mulheres, que representam 53% dos eleitores. Do total, 43% delas afirmam que jamais votariam no deputado. Lula aparece em seguida, com 33% de rejeição entre elas.

Apesar do crescimento nos índices de rejeição, o candidato do PSL conseguiu conquistar algumas eleitoras – as intenções de voto a ele passaram de 12% para 14% entre as mulheres. Mas ainda é Bolsonaro o nome com maior diferença nas intenções de voto entre eleitores do sexo masculino e feminino.

Tamanha rejeição tem explicação. No último debate, da Rede TV!, levou uma sova de Marina Silva. A candidata da REDE relembrou o fato de que Bolsonaro acha desnecessário pensar em políticas de igualdade salarial entre homens e mulheres. “Só uma pessoa que não sabe o que é ganhar um salário menor do que um homem tendo as mesmas capacidades, as mesmas competências, e ser demitida é quem sabe”, disse Marina Silva. E concluiu: “Um presidente da República está lá para combater injustiça.”

Leia também:

É ela, inclusive, quem mais recebe apoio do eleitorado feminino, em um cenário sem Lula, preso por corrupção. 19% declararam voto em Marina Silva se o ex-presidente não participar das eleições. Outras 23%, no entanto, não votariam “de jeito nenhum” na candidata – taxa de rejeição semelhante a dos candidatos Geraldo Alckmin, do PSDB, e Ciro Gomes, do PDT.

Em um cenário com Lula, o candidato do PT receberia 39% dos votos femininos. Na sequência, aparece o nome de Bolsonaro, com 13% de intenções de votos das mulheres, e Marina Silva, com 10%.

(***) Fonte e Imagem: cartacapital.com.br

PASSA DE 800 O NÚMERO DE MORTOS NA INDONÉSIA DEVASTADA POR TERREMOTO E TSUNAMI

Ainda não se sabe a extensão exata da tragédia, porque há áreas isoladas. Estima-se que 350 mil pessoas tenham sido afetadas.
O número de mortos nos terremotos e no tsunami que atingiram a ilha indonésia de Sulawesi dobrou e chegou a 832 em um balanço divulgado neste domingo (30). Porém, esse número pode subir, pois dezenas de pessoas seguem desaparecidas e mais de 500 estão feridas - muitas em estado grave.

Estima-se que 350 mil pessoas tenham sido afetadas pelo terremoto ou pelo tsunami, sendo que 16.732 estão desabrigados ou deslocados desde sexta-feira (28).

A maioria das vítimas foi registrada em Palu, cidade com cerca de 350 mil habitantes na costa oeste da ilha, de acordo com a Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio). Onze pessoas morreram na vizinha Donggala, a segunda cidade mais afetada.

Moradores da Indonésia tiveram de deixar a cidade e foram evacuados por aviões militares no Aeroporto de Palu. As autoridades também transportaram pessoas feridas.
Moradores da Indonésia são evacuados e embarcam em aviões militares no Aeroporto de Palu após série de terremotos e tsunami — Foto: REUTERS
Um homem ferido é evacuado em um avião militar no Aeroporto de Palu, na Indonésia — Foto: REUTERS

Na sexta-feira (28), uma série de terremotos abalou a ilha indonésia de Sulawesi. Um deles, de magnitude 7,5, levou à formação de um tsunami de pelo menos dois metros. A BNPB confirmou a formação do tsunami depois que vários vídeos foram divulgados nas redes sociais, mas ainda não se sabe a extensão exata da tragédia, porque há áreas isoladas.
As buscas por sobreviventes continuam. Há informações de que dezenas de pessoas estariam presas nos escombros de dois hotéis e um shopping na cidade de Palu. Uma mulher foi retirada com vida dos destroços do Hotel Roa Roa, onde estariam até 60 pessoas. Centenas de pessoas se reuniram no shopping destruído em busca de familiares, segundo a Reuters.
A Cruz Vermelha Internacional alertou que ainda há pouca informação sobre Donggala, mas que a situação pode ser "extremamente preocupante". Cerca de 300 mil habitantes vivem na cidade.

As falhas nas comunicações têm dificultado os trabalhos das equipes de busca e salvamento. As agências internacionais falam em centenas de feridos, que recebem tratamento médico em tendas improvisadas.

O porta-voz da BNPB, Sutopo Purwo Nugroho, afirmou que um enterro em massa será realizado na cidade de Palu, por questões de segurança sanitária.
Visita presidencial.

O presidente de Indonésia, Joko Widodo, iniciou neste domingo uma visita às áreas mais afetadas. Ele chegou ao aeroporto de Palu, capital da província, algumas horas depois da sua reabertura para voos comerciais.

“Quero ver eu mesmo e assegurar-me de que a resposta ao impacto do terremoto e do tsunami chega a todos nossos irmãos. Peço a todo o país que reze por eles”, escreveu o presidente no twitter.

O Papa Francisco expressou neste domingo solidariedade às pessoas afetadas pela tragédia. "Oremos pelos mortos - infelizmente muitos - pelos feridos e por aqueles que perderam suas casas e empregos. Que o Senhor os fortaleça e apoie os esforços daqueles que estão tentando trazer alívio", afirmou.
Esforço nas buscas.

Apesar da reabertura do aeroporto de Palu, a organização AirNav Indonesia afirmou em comunicado que os voos comerciais serão limitados e que receberão prioridade nas operações de emergência e na ajuda humanitária.

A Força Aérea indonésia mobilizou aviões e helicópteros para que cumpram tarefas de salvamento, assistência humanitária, evacuação e logística.

O chefe da Força Aérea, Yuyu Sutisna, afirmou que serão enviados cem integrantes de unidades especiais.

O Ministério de Saúde está organizando a chegada de pessoal e material médico a Palu e as outras zonas afetadas, como Donggala.

O Ministério dos Assuntos Sociais enviou para Palu seis cozinhas públicas com capacidade para preparar 36 mil refeições diárias.
Tragédia em Lombok.

Uma série de terremotos em julho e agosto matou quase 500 pessoas e deixou cerca de 1,5 mil feridos na ilha turística de Lombok, a centenas de quilômetros a sudoeste de Sulawesi. Milhares de habitantes ficaram desalojados.
Anel de Fogo do Pacífico.

A Indonésia está em uma das regiões mais propensas a tremores e atividade vulcânica do mundo: o Círculo de Fogo do Pacífico. Cerca de 7 mil tremores atingem essa área por ano, em sua maioria de magnitude moderada.

A região, de cerca de 40 mil km de extensão, tem formato de ferradura e circunda a bacia do Pacífico, abrangendo toda a costa do continente americano, além de Japão, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia e ilhas do Pacífico Sul.

Em 2004, um tremor de magnitude 9,1, perto da costa noroeste da ilha de Sumatra, gerou um tsunami que matou 230 mil pessoas em 14 países no Oceano Índico.

(***) Fonte e Imagens: g1.globo.com/mundo

sábado, 29 de setembro de 2018

CARTÃO RENDA CIDADÃ TÁ LIBERADO PARA COMPRAS NO COMÉRCIO AQUECENDO A ECONOMIA LOCAL EM GUAMARÉ

Desde as primeiras horas da tarde de hoje (29), que os cartões do programa Renda Cidadã estão liberados para compras no comércio local. O prefeito Hélio Miranda autorizou o pagamento referente ao mês de Setembro, para que as famílias cadastradas no programa social possam fazer as compras.

O prefeito desde que assumiu a prefeitura vem mantendo uma conquista do povo, com a continuação do programa Renda Cidadã beneficiando cerca de 2.300 famílias que vivem em Guamaré, Baixa do Meio e demais distritos, sendo todas as famílias situadas abaixo da linha de pobreza.

Mensalmente essas famílias recebem um cartão para compras no comércio local com valor de R$ 125,00 (Cento e vinte e cinco reais), com programação que é regulamentado por Lei. O comércio local tem um impacto positivo, com incremento mensal de quase R$ 300 mil reais, a liberação do cartão já foi confirmada ao portal por comerciantes da cidade.

AS IMAGENS NÃO ME DEIXAM MENTIR… FALTOU CHÃO NA CARREATA E COMÍCIO DOS BACURAUS EM BAIXA DO MEIO

A pesquisa em Guamaré para as eleições deste ano é a multidão nas ruas liderada pelo o Prefeito Hélio Miranda.

O Prefeito de Guamaré, Hélio Miranda, realizou neste sábado com a nação bacurau uma carreata de Guamaré para Baixa do Meio, 23 km de percurso, logo após, ele caminhou pelas ruas do distrito com o povo para apoiar a chapa 100% RN, que tem como candidato ao governo do estado, Carlos Eduardo, ao senado Garibaldi Alves e Antônio Jacome, a câmara federal, Walter Alves e a Assembleia Legislativa o amigo de todos, Hermano Morais.
A carreata que começou na sede em Guamaré, passando por salina da cruz, ponta de salina, RN 401, BR 406 até a comunidade de Baixa do Meio, impressionou todos os que participaram ou pararam para olhar a movimentação política liderada pelo o prefeito Hélio Miranda. Com centenas de carros e motos e pessoas que acompanhavam a pé ou de bicicleta, Hélio mostrou que hoje sem dúvida é a maior liderança política da cidade de Guamaré.



Foi impressionante a quantidade de pessoas que invadiram as ruas de Baixa do Meio. As imagens não me deixa mentir… Observe nas fotos que não dá para ver o fim da multidão que invadiu a avenida principal da comunidade. O ato no distrito começou no largo de evento, em frente ao estádio o Pajezão, e terminou com carreata em direção ao local do comício, onde os condutores do movimento usaram da palavra para agradecer a presença de todos e levar sua mensagem de apoio à chapa do Prefeito Hélio.


Por todo lado se via a alegria que contagiava os bacuraus. No meio da multidão o prefeito Hélio, o deputado Hermano, e Andrea, esposa do futuro governador, Carlos Eduardo, agradeciam a todos pelo carinho, numa grande e histórica manifestação política de um povo politizado e educado como é o povo de Baixa do Meio.


Essa é a única descrição possível para a caminhada de ontem no distrito, quase todas as ruas o povo caminhou com Hélio, Hermano, vereadores e lideranças políticas. Tudo de forma ordeira e responsável, como realmente deve ser. A Polícia Militar garantiu durante todo o percurso a segurança do evento.


O povo de Guamaré e Baixa do Meio faz crescer a cada dia o sentimento de futuro bem melhor, da liberdade e do respeito que o Carlos Eduardo plantou em nossa cidade. As movimentações da campanha eleitoral deste ano são, sem sombra de dúvida, um reflexo do trabalho digno, correto e acima de tudo, honesto do Prefeito Hélio Miranda.


A pesquisa no município de Guamaré para as eleições deste ano é a multidão nas ruas, são as pessoas cantando emocionadas as músicas da coligação “100% RN”, encabeça por Carlos Eduardo Governador, agitando suas bandeiras sem parar.

O prefeito de Guamaré, Hélio Miranda fez um pronunciamento emocionado: “Guamaré e Baixa do Meio veio às ruas para construir a eleição mais vitoriosa que o município terá. Vamos eleger Carlos Eduardo, governador do Rio Grande do Norte, o Senado, Garibaldi Alves, Antônio Jácome, e o deputado federal, Walter Alves, o deputado estadual, meu amigo, meu irmão, o deputado de Guamaré, Hermano Morais”. Concluiu












Veja mais fotos clicando nas imagens para ampliá-las